se eu pudesse
gravava o rio na minha alma

(...) fossilizava as imagens de areia
na superfície da minha pele

(...) então o rio nascer-me-ia dos dedos







Sem comentários:

Enviar um comentário