sempre que a paisagem corre (...)
os relógios páram desalinhados no tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário