...a odisseia do cosmos
 a sublimar um gesto sem forma...

Sem comentários:

Enviar um comentário